" A minha estrela é doida! Coube-me nas sortes a Estrela-doida!" - José A. Negreiros -

quinta-feira, novembro 25, 2004

não era de costume querer festejar aniversários meus.

os jantares de família acabavam quase sempre em discussão. era só mais um dia. que passasse.

mas num certo nove de novembro a mãe abriu a porta a quem tocava. passara já o almoço.

"olá está bom? entre se faz favor".

a educação fria que lhe escutei na voz fez-me querer ver quem era. falava com a mãe.

"vim pedir-lhe um favor"

"diga. se eu puder..." o tom de prevenção alentejana, não fosse o diabo tecê-las no pedido.

" tenho bilhetes para o teatro. à tarde. posso convidar a madalena par ir comigo? é o dia dela" .

silêncio.

"claro, a irmã também." apressado.

"se for à tarde e as duas. é que o pai não gosta..." era sempre o pai. papão sobrevivente para os nãos da mulher.

entrei na sala. e o beijo repetiu-se nas flores que me entregaste. as primeiras. como o beijo o fora. corei.

"obrigada. rosas encarnadas!" sorri e olhei-te. desviámos o olhar.


"quer ir ver a antígona com a maria barroso? é uma grande actriz. dela pelo menos você vai gostar. esteve proibida de trabalhar. as razões você conhece ou imagina".

"claro!" havia aniversário naquele ano, sim!

voltei ao lugar detrás do pequeno carro. dois anos e meio davam honras de adulto à rapariga loira. odiei que fosse no meu lugar. que fosse.

remeti-me ao silêncio enquanto eles falavam sem os ouvir sequer. depois a magia do teatro envolveu-me numa cápsula de emoções.

no final:

" não chore. é tão sensível..."

"não é por isso, mestre." quase fúria.

"então?"

" é que eu... eu fazia melhor a antígona do que aquela fez". não lembro o nome de quem representou a antígona no villaret.

"havemos de fazer. por isso quis que visse".

sorrias. magnético. transparente.
acreditei.

foto em

como saber então que a representaria mas, sem ti?

a minha estrela negra.

ainda agora tento driblar o destino e esquecê-la. não posso.

eu queria tanto um final feliz...

1 Brilhos:

Blogger Maria Branco disse...

Um beijo imenso.....

11:41 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Home